O papel dos sindicatos

No sábado senti, de novo, orgulho em ser português! As centenas de milhares de pessoas que em todo o País se juntaram para exigir a sua vida de volta, ao som do ‘Grândola, Vila Morena’, devolveram-me o ânimo que, às vezes, teima em emigrar.

Ânimo enquanto cidadão e como sindicalista. É lutar com toda a determinação para que não nos roubem, ainda mais, a dignidade. E os sindicatos têm, nesta luta, um papel importante na defesa dos direitos dos trabalhadores, reformados e pensionistas, desempregados, jovens, funcionários públicos e das funções sociais do Estado. Nesta luta em defesa dos direitos dos funcionários judiciais, o SFJ obteve em 30 dias a segunda ‘vitória’ nos tribunais. Após o reconhecimento da nossa razão relativamente aos "provisórios", o tribunal veio reconhecer o direito ao devido pagamento a todos os que desempenham lugares de chefia em regime de substituição, nas secretarias dos tribunais. Vale a pena pugnar pelos direitos. E para isso é importante ter sindicatos. Que atuam e lutam na defesa desses direitos. O SFJ atuou!

05.Mar.2013 - por Fernado Jorge in Correio da Manhã