Problemas da Justiça

Pretendo hoje fazer uma breve referência à cerimónia de abertura do ano judicial, realizada na passada semana. E convém ser hoje porque daqui a mais uns dias já ninguém se recorda do que foi dito.

Assim, das intervenções feitas, constatamos que os políticos anunciam obras e reformas, os magistrados demonstram com estatísticas e números que está tudo bem e até reclamam por mais poder. Querem ser eles a mandar nos estacionamentos, nos edifícios, nas fotocopiadoras, na gestão administrativa, enfim, mandar em tudo e todos. E, claro, estão também preocupados com a violação do segredo de justiça!

Os advogados criticam tudo e todos: magistrados, políticos, jornalistas e, pasme-se, até eles próprios! Felizmente (e surpreendentemente, digo eu!), o Presidente da República foi o mais certeiro ao preocupar-se com a falta de meios, com a falta de funcionários e com a formação. Será que esta gente, toda muito importante, sabe que o problema da justiça face ao cidadão é o da sua morosidade e credibilidade? Parece que não!

05.fev.2013 - por Fernando Jorge in Correio da Manhã