NOTA – 23 DE MAIO DE 2021

GREVE dos Funcionários de Justiça - 17.05.2021 a 17.06.2021  das 10.00 às 11.00 Horas

O Sindicato dos Funcionários Judiciais tem, através de inúmeras reuniões contactos, alertado os Grupos Parlamentares, Partidos Políticos, Sindicatos (ASJP e SMMP) e os órgãos de gestão das justas reivindicações da nossa classe e do constante menosprezo do Ministério da Justiça para com os Oficiais de Justiça.

As reuniões supramencionadas bem como a carta enviada a todos os Magistrados (Juízes e Procuradores) tem vindo a surtir efeito, apenas a título de exemplo elencamos os artigos publicados:

Carla Oliveira – Juíza de Direito – Secretária-Geral da Direção da Associação Sindical dos Juízes Portugueses- https://www.sabado.pt/opiniao/convidados/carla-oliveira/detalhe/os-oficiais-de-justica

Paulo Lona – Procurador da República – Secretário-Geral da Direção do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público https://www.sabado.pt/opiniao/convidados/paulo-lona/detalhe/os-oficiais-deda-justica-tambem-merecem-justica

Adão Carvalho – Procurador da República – Presidente da Direção do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público https://visao.sapo.pt/opiniao/bolsa-de-especialistas/2021-05-17-greve-dos-oficiais-de-justica/

Também os Grupos Parlamentares do PCP, Os Verdes, PSD e BE estão atentos e solidários com a nossa luta, tendo apresentado: Projeto de Lei n.º 823/XIV/2.ª - PCP - Integração do Suplemento Projeto de Lei 834/XIV/2 - Projeto de Lei 834/XIV/2 [BE] - PEV Projeto de Lei 820/XIV/2 - suplemento - PEV Projeto de Lei 819/XIV/2 – pré-reforma

Adere à Greve. Junta-te aos que se encontram a lutar diariamente por ti, por mim, por todos Nós.

Na hora de paralisação (greve), entre as 10.00 e as 11.00, desliga o teu computador, veste a camisola “Justiça Para Quem Nela Trabalha” e junta-te aos teus colegas à porta do Tribunal / Serviços do Ministério Público.

Quem não luta pelo futuro que quer, deve aceitar o futuro que vier.

Luta pelos teus e pelos nossos direitos.

Justiça Para Quem Nela Trabalha.

Adere à Greve.

Unidos somos mais fortes!


Consulte aqui outras notas e informações sindicais